Pré Lançamento Livro

INDEFINIÇÕES PARA VICE E SENADO EM SC

A campanha para o governo do Estado versão 2018 já está na rua. Pelo menos os candidatos estão praticamente definidos a saber: Mauro Mariani, MDB- Paulo Bauer- PSDB,Esperidião Amin- PP. Gelson Merísio, PSD e Décio Lima- PT. Ainda tem Leonel Camasão, PSOL e o candidato da Rede, professor Rogério Portanova.
Vamos a alguns detalhes sobre os candidatos:
O único com vice definido é Amin, com o deputado federal João Paulo Kleinubing, DEM.No partido de Amin tem duas vagas ainda, as do Senado.
Paulo Bauer espera algumas definições mas gostaria de contar com a deputada federal Giovânia de Sá, do mesmo partido como vice. Ao que parece Giovânia pretende ir à reeleição.Uma das vagas ao senado já é do ex-prefeito de Blumenau Napoleão Bernardes.
Mauro Mariani tem de apagar incêndio dentro do MDB porque o partido entregou uma das vagas ao senado para o deputado federal.Valdir Colatto e a outra guarda para uma composição com o PR de Jorginho Mello se ele quiser.Entretanto a vaga do MDB para o senado na chapa promete desdobramentos porque Paulo Afonso tem avisado que não arreda pé.
Gelson Merísio, dono da maior coligação, pode ter dificuldades para agasalhar sobre o mesmo guarda chuva tanta gente. Uma das vagas ao senado é para o ex-governador Raimundo Colombo e a candidatura a vice a se confirmar as conversas, será do empresário joinvilense, Ninfo Koenig, PSB. Um encontro no próximo domingo de Merísio e aliados pode clarear o quadro e definir o espaço de Ninfo na chapa. Corrente evangélica do PSC está articulando para que o deputado Narcizo Parisotto seja o suplente de Colombo na chapa.
Décio Lima também busca aliados que tenham conexão ideológica com a sigla, mas pelo jeito vai acabar bradando sozinho no deserto porque PSOL por exemplo vai buscar o seu próprio espaço restando aos petistas poucas opções. A ex-ministra Ideli Salvatti retorna à planicie para concorrer ao senado.

GUERRA NOS BASTIDORES
Enquanto tudo isso acontece, existe uma guerrilha acontecendo na relação entre Amin e Merisio. É pau e pedra no sentido figurado. De aliados tornaram-se adversários. Atualmente não se deve convidar a dupla para sentar juntos à mesma mesa. Há sentimento de traição no ar.

Verificar também

TEM GENTE BLEFANDO NA POLITICA DE SANTA CATARINA

Coisa de louco na politica de SC onde os bastidores estão fervilhando. É claro que …

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*