Turismo

OPINIÃO: A CAPTURA E MORTE DO SERIAL KILLER LÁZARO BARBOSA

OPINIÃO: A CAPTURA E MORTE DO SERIAL KILLER LÁZARO BARBOSA

APLICATIVO PRODUZIDO EM JOINVILLE FOI FUNDAMENTAL PARA AJUDAR NA CAPTURA DO CRIMINOSO

 OPINIÃO: A CAPTURA E MORTE DO SERIAL KILLER LÁZARO BARBOSA

A CAPTURA E MORTE DO SERIAL KILLER LÁZARO BARBOSA

O Brasil inteiro respirou aliviado com a captura e morte do homicida psicopata e serial killer Lázaro Barbosa, abatido pelas forças policiais na manhã de hoje em Goiás.

A missão chegou a bom termo com a participação de um aplicativo de Joinville desenvolvido pela empresa de tecnologia Brasil Seguro.

Tudo começou quando a Polícia conseguiu prender dois suspeitos que estariam ajudando o serial killer Lázaro Barbosa a se esconder em Goiás. A dupla foi detida na cidade de Girassol na quinta-feira (24) à noite.

 APLICATIVO JOINVILENSE

Um aplicativo desenvolvido em Joinville ajudou as equipes na busca pelo local exato do esconderijo.

OPINIÃO: A CAPTURA E MORTE DO SERIAL KILLER LÁZARO BARBOSA

De acordo com informações de Edivaldo da Veiga, o CEO da Brasil Seguro, mais de mil denúncias foram registradas pelo aplicativo e duas delas resultaram na prisão do caseiro e fazendeiro ligados ao serial killer.

ATÉ BOLSONARO

O desfecho foi comemorado ruidosamente pelas forças policiais, pelo governador de Goiás Ronaldo Caiado, pela população local e até pelo presidente Jair Bolsonaro, com a declaração ‘’ CPF cancelado’’.

OPINIÃO: A CAPTURA E MORTE DO SERIAL KILLER LÁZARO BARBOSA

ASSASSINO PSICOPATA

Já em exames psiquiátricos feitos anteriormente foi levantado o perfil psicológico de Lázaro Barbosa como um criminoso frio, calculista, despido de sentimentos, um psicopata que não hesitava em matar, estuprar e ser cruel com suas vitimas.

Irrecuperável para para convivência no meio social.

OPINIÃO: A CAPTURA E MORTE DO SERIAL KILLER LÁZARO BARBOSA

CONDUTA AGRESSIVA

A extensa ficha criminal de Lázaro, que tinha 32 anos, começou em 2007, quando ele foi preso por cometer duplo homicídio, mas fugiu pouco depois da prisão. 

Em 2009, em Brasília, ele foi preso no Complexo Penitenciário da Papuda por estupro, roubo e porte ilegal de arma de fogo. Lá, psicólogos emitiram um laudo apontando que ele era detentor de conduta agressiva e impulsiva, além de instabilidade emocional. 

OPINIÃO: A CAPTURA E MORTE DO SERIAL KILLER LÁZARO BARBOSA

FUGAS DA PRISÃO

Dois anos após progredir para o regime semiaberto, ele fugiu em 2016 da prisão.

Em 2018, o serial killer voltou a ser preso em Águas Lindas, novamente por estupro, roubo e porte ilegal de arma. Meses depois, fugiu pela terceira vez.

No ano passado, ele invadiu uma chácara em Santo Antônio do Descoberto, agrediu um idoso com um machado e foi indiciado por roubo qualificado pela restrição de liberdade das vítimas, emprego de arma e tentativa de latrocínio - a vítima perdeu parcialmente a visão.

OPINIÃO: A CAPTURA E MORTE DO SERIAL KILLER LÁZARO BARBOSA

A SEQUÊNCIA DE CRIMES

Foi em abril de 2021, porém, que começou a sequência de crimes que fizeram Lázaro Barbosa chamar a atenção de todo o país.

No dia 27 daquele mês, em Cocalzinho (GO), se aproximou da janela de uma fazenda e atirou em dois moradores dentro da propriedade. 

Em 18 de maio, entrou em uma chácara de Ceilândia (DF), obrigou todos os moradores a ficarem nus, prendeu os homens em um quarto e coagiu as mulheres a cozinharem para ele. Duas semanas depois, invadiu outra chácara na cidade e roubou os moradores

OPINIÃO: A CAPTURA E MORTE DO SERIAL KILLER LÁZARO BARBOSA

TORTURAVA E ESTUPRAVA

Em junho, ele voltou a matar: no dia 4, invadiu uma chácara de Cocalzinho e matou o proprietário a tiros. Cinco dias depois, agora em uma chácara de Ceilândia, manteve o caseiro e a família reféns, matou a tiros e facadas o pai e os dois filhos - na sequência, sequestrou a mulher, a levou para um rio, onde a torturou, estuprou e matou.

No dia 10, invadiu mais uma propriedade e roubou os moradores com uma arma de fogo. Um dia depois, novamente em Cocalzinho, outra invasão a uma propriedade rural e disparou contra o morador.

Ainda em Cocalzinho, foram várias invasões no dia 12: primeiro, invadiu uma chácara e ameaçou os reféns; estes, porém, foram obrigados a usar drogas e Lázaro não os matou. 

SANHA CRIMINOSA

Logo depois foi a outra propriedade, onde manteve como reféns uma mulher, uma criança e quatro homens. Três deles foram alvejados por Lázaro, que atirou também contra os policiais e fugiu. Ele ainda teve tempo de passar por outra chácara, atirar no morador da propriedade e fugir.

OPINIÃO: A CAPTURA E MORTE DO SERIAL KILLER LÁZARO BARBOSA

No dia 13, o serial killer furtou um veículo, o abandonou na BR-070 e ateou fogo no automóvel quando avistou uma barreira policial. No dia seguinte, quando invadia uma chácara, o caseiro percebeu sua chegada, atirou contra ele e o obrigou a fugir.

ABATIDO

Sua última aparição havia sido no dia 16. Ele invadiu uma chácara, sequestrou pai, mãe e a filha adolescente do casal, levou-os para um rio próximo e, quando avistou a polícia, disparou contra os agentes atingindo um deles no rosto e no pescoço, fugindo em seguida.

OPINIÃO: A CAPTURA E MORTE DO SERIAL KILLER LÁZARO BARBOSA

A extensa ficha criminosa de Lázaro Barbosa foi encerrada na manhã desta segunda-feira em Águas Lindas de Goiás quando tentava um contato com a ex-sogra.

Cercado, reagiu atirando contra a força policial que o abateu.

PENSANDO ALTO

Com a caçada e o desfecho do caso Lázaro Barbosa só falta agora aparecer aqueles grupos defensores de bandidos cobrando os motivos da atitude enérgica da força policial no confronto com o serial killer que acabou morto.

Já existe precedente.

OPINIÃO: A CAPTURA E MORTE DO SERIAL KILLER LÁZARO BARBOSA

  • Compartilhe esse post
  • Compartilhar no Facebook00
  • Compartilhar no Google Plus00
  • Compartilhar no Twitter

Veja Também:

Artigos Relacionados

Olá, deixe seu comentário para OPINIÃO: A CAPTURA E MORTE DO SERIAL KILLER LÁZARO BARBOSA

Enviando Comentário Fechar :/