Minhas Compras
Você adicionou a sua lista de compras. O que deseja fazer agora?
Continuar Comprando! Fechar Compra!
X

Fale Conosco:

Aguarde, enviando contato!

ACUSAÇÃO DE FRAUDE NA OBRA DO RIO MATHIAS FAZ MPF DENUNCIAR EX-PREFEITO CARLITO MERSS

ACUSAÇÃO DE FRAUDE NA OBRA DO RIO MATHIAS FAZ MPF DENUNCIAR EX-PREFEITO CARLITO MERSS

Denunciado pelo Ministério Público Federal, o ex-prefeito de Joinville, Carlito Merss e mais nove pessoas envolvidas integram uma peça acusatória

ACUSAÇÃO DE FRAUDE NA OBRA DO RIO MATHIAS FAZ MPF DENUNCIAR EX-PREFEITO CARLITO MERSS

ACUSAÇÃO DE FRAUDE NA OBRA DO RIO MATHIAS FAZ MPF DENUNCIAR EX-PREFEITO CARLITO MERSS
A Cronologia Dos Fraudadores- Denunciado pelo Ministério Público Federal, o ex-prefeito de Joinville, Carlito Merss e mais nove pessoas envolvidas integram uma peça acusatória, após demandadas investigações sobre desmandos, irregularidades, falsidade ideológica, e superfaturamento no governo petista, relativas às obras inacabadas do Rio Mathias, que demandaram o procedimento investigatório criminal, Autos,número 1.33.005.000455/2020-31, conforme abordaremos.

Para ler a denúncia na íntegra, clique na imagem abaixo:


Além de Carlito Merss, passam a responder no Juizo da 1ª Vara Federal da Subseção Judiciária de Joinville, os seguintes denunciados:
- Eduardo Dalbosco, Secretário de Planejamento, Orçamento e Gestão e Chefe de Gabinete do prefeito, todo poderoso do governo do PT em Joinville, que mandava e desmandava no sistema.
- Adelir Stolf, Coordenador Executivo da Seplan e Secretário, outra peça poderosa na engrenagem.
- Engenheira Carla Cristina Pereira, diretora da Unidade de Coordenação do Projeto, bem articulada no esquema.
- Ariel Arno Pizzolatti, Secretário de Infraestrutura Urbana por onde passavam os projetos e aprovações.
- Glauciane Piffer, presidente da Comissão Especial de Aquisição, também gerente da Unidade de Suprimentos da Secretaria da Administração.
- Edu José Franco, empresário, Sócio-Administrador e responsável técnico da empresa Parallela Engenharia Consultiva Ltda.
- Ricardo Suzuki, engenheiro do Consórcio Cobrape/ PBLM que prestou serviço de apoio a supervisão do contrato 305/2011 de 2011/2012.
- Jorge Elizardo Miguel Filho, engenheiro do Consórcio Cobrape/PBLM que prestou serviço de apoio a supervisão do contrato 305/2011 e 2011/2012.

ACUSAÇÃO DE FRAUDE NA OBRA DO RIO MATHIAS FAZ MPF DENUNCIAR EX-PREFEITO CARLITO MERSS

CRIMES CAPITULADOS NA DENÚNCIA
1-Falsidade Ideológica.
Diz a acusação do MPF, que "Carlito Merss, em conluio e unidade a procedimentos de seleção da Carta de designios com Eduardo Dalbosco, Adelir Stolf e Carla Cristina Pereira, fizeram inserir declaração falsa num laudo referente a uma carta consulta elaborada no âmbito do Ministério das Cidades, com o fim de alterar a verdade sobre fato juridicamente relevante!

2- Do Crime de Responsabilidade.
Mais uma vez Carlito Merss, então prefeito de Joinville, desviou valores públicos, entre dezembro de 2011 a dezembro de 2012 cuja posse obteve em razão do cargo que ocupava em proveito da empresa PARALLELA ENGENHARIA CONSULTIVA LTDA e do Consórcio Cobrape/PBLM e de seus representantes, atuando em conluio com o Chefe de Gabinete do prefeito, Adelir Stolf, Secretário da Seplan. Carla Cristina Pereira, Coordenadora Executiva do Projeto Viva Cidade, Ariel Arno Pizzolatti, Secretário de Infraestrutura Urbana, Glauciane Faiffer Gonçalves, presidente da comissão especial de aquisição e gerente da unidade de Suprimentos, Edu José Franco, responsável legal e técnico da Parallela, Ricardo Rodrigo Pacheco, engenheiro da equipe Consórcio Cobrape/ PBLM, por meio da prática de fraudes contratuais.
O MPF, também cita que no período entre 12/12/2011 e 31/12/2012, Carlito, Dalbosco, Stolf, Jorge Elizardo e Carla Cristina Pereira "admitiram a obtenção de vantagem indevida no montante de R$ 2.549.167,35, com planilha orçamentaria superfaturada, sem autorização em lei.

ACUSAÇÃO DE FRAUDE NA OBRA DO RIO MATHIAS FAZ MPF DENUNCIAR EX-PREFEITO CARLITO MERSS

SUPERFATURAMENTO X ADITAMENTO
Em todo o decorrer da denúncia do Ministério Público Federal, constam irregularidades e desvio de recursos, superfaturamento, envolvendo Ariel, Stolf, Edu Franco, Carla Cristina, Glauciane, como um grupo agindo dentro do sistema, como uma organização.
Segundo o MPF houve superfaturamento em decorrência de um segundo aditamento, no valor de 21,61% em relação ao valor contratado, indevidamente, com a digital do mesmo grupo envolvido, em vantagem decorrida do valor contratado, indevidamente de R$ 441.600,00.

ACUSAÇÃO DE FRAUDE NA OBRA DO RIO MATHIAS FAZ MPF DENUNCIAR EX-PREFEITO CARLITO MERSS

DESVIO DE VERBA PÚBLICA E SUPERFATURAMENTO
Não podem ser admitidos pagamentos por serviços executados em desconformidade com o estipulado, ensejando superfaturamento por serviços não executados ou por qualidade deficiente, diz o MPF.
Acrescente aí mais R$ 64.630,30 referente a correção de valores da prorrogação do contrato além dos 12 meses de sua vigência, aponta a denúncia.

ACUSAÇÃO DE FRAUDE NA OBRA DO RIO MATHIAS FAZ MPF DENUNCIAR EX-PREFEITO CARLITO MERSS
"Carlito Merss, Adelir Stolf, Carla Cristina Pereira, Eduardo Dalbosco e Ricardo Suzuki foram diversas vezes, alertados, tanto por técnicos do município, com conhecimento do local e práticos em serviços de microdrenagem como também pelo coordenador técnico da CEF, de que tal projeto, não poderia ser executado da forma como foi originariamente aprovado pelo município.
Mesmo assim, sabendo que o projeto era incompleto, o grupo aprovou, admitindo a obtenção de vantagem indevida.
Que o grupo politico e empresarial, em conluio, praticou aditamento indevido, ensejando superfaturamento de serviços não executados e por qualidade deficiente no valor de R$ 2.549.167,35, é apontado.
Desviaram ainda recursos públicos em benefício do Consórcio Cobrape e PBLM, e de seus respectivos representantes legais, ensejando superfaturamento por serviços não executados e por qualidade deficiente, no valor de R$ 3.178.429,79, aponta a denúncia do MPF.
O conluio foi durante a fase de elaboração do projeto envolvendo os agentes públicos e as empresas, possibilitando novos desvios de valores correspondentes ao montante superfaturado, em beneficio dos demais integrantes do esquema criminoso, dificultando com isso a fiscalização do TCE, como da própria sociedade joinvilense, diz o Procurador.

ACUSAÇÃO DE FRAUDE NA OBRA DO RIO MATHIAS FAZ MPF DENUNCIAR EX-PREFEITO CARLITO MERSS

REPARACÃO DOS DANOS
Após a oitiva do ex-prefeito Carlito Merss e dos corréus, e a citação dos denunciados, o MPF pede que sejam ouvidos as testemunhas, até final a condenação, na hipótese de ser confirmada a imputação, nas penas da capitulação, pede a peça acusatória.
Também é pedida na condenação a reparação integral do dano que deve compreender os danos materiais diretos e indiretos.
Assina o denúncia o Procurador da República Mário Sérgio Ghannage Barbosa.

ACUSAÇÃO DE FRAUDE NA OBRA DO RIO MATHIAS FAZ MPF DENUNCIAR EX-PREFEITO CARLITO MERSS

CANCELADO O ESBULHO
Foi sábia a decisão da presidência e da diretoria da Cia. Águas de Joinville ao cancelar o aumento de salário absurdo dos Sobas mandatários que votaram a bondade em beneficio próprio em tempos de dificuldade para todo mundo.
Devagar com o andor, porque a rede social e a opinião pública estão vigilantes.
Salário de R$ 200 mil, vamos respeitar a população trabalhadora de Joinville, que ganha por mês em torno de 10% de um diretor da Águas.

ACUSAÇÃO DE FRAUDE NA OBRA DO RIO MATHIAS FAZ MPF DENUNCIAR EX-PREFEITO CARLITO MERSS

BOLSHOI NA SELBETTI
A Escola Bolshoi de Joinville fez uma apresentação especial na Selbetti em comemoração aos 45 anos da empresa. Aconteceu na sede da empresa.
Na foto, Luiz Selbach, fundador da Selbetti, e família, ladeados pelas alunas do Bolshoi que fizeram apresentação da peça Quebra-Nozes, de Tchaikovsky.
Parabéns a essa empresa que é um orgulho para Joinville e para o Brasil, que tem também uma vocação para o cultural e o social.

ACUSAÇÃO DE FRAUDE NA OBRA DO RIO MATHIAS FAZ MPF DENUNCIAR EX-PREFEITO CARLITO MERSS

PALESTRA DO ZÉ TROVÃO
No próximo dia 5, domingo, o polêmico Zé Trovão, vai fazer uma palestra no Redalwo, na Estrada Arataca, com almoço como cortesia.
Pede a doação de 1 quilo de alimentos. Haverá música ao vivo. Zé Trovão virou personagem nacional depois do envolvimento com o STF por conta da ameaça de invasão ao STF, no dia 7 de setembro de 2021.
É pré-candidato a deputado federal.

ACUSAÇÃO DE FRAUDE NA OBRA DO RIO MATHIAS FAZ MPF DENUNCIAR EX-PREFEITO CARLITO MERSS

UDO, VICE DE MOISÉS
Convite feito pelo governador, para que o ex-prefeito aceite ser o seu vice. Udo anda animado porque já tinha sido convidado para ocupar a vaga de Antídio, que é seu amigo do peito.
Acho que nos bastidores Udo anda confabulando.

ACUSAÇÃO DE FRAUDE NA OBRA DO RIO MATHIAS FAZ MPF DENUNCIAR EX-PREFEITO CARLITO MERSS

GAECO NA BARRA DO SUL
Correria na Câmara de Vereadores daquele balneário, geralmente pacato.
Polícia bateu na Câmara de Vereadores impulsionada por denúncias de superfaturamento nas obras de reforma da casa.
A presidente do legislativo barrasulense Suzana Wecheter dos Santos Dornelle, MDB, foi afastada do cargo por 90 dias.
Existe a participação de empresas de fachada.

ACUSAÇÃO DE FRAUDE NA OBRA DO RIO MATHIAS FAZ MPF DENUNCIAR EX-PREFEITO CARLITO MERSS

PENSANDO ALTO
Com o fogo ardendo na casa do vizinho tem gente da gestão passada que não dorme.
Um deles, secretário que mandava e desmandava, já vazou de Joinville.

  • Compartilhe esse post
  • Compartilhar no Facebook00
  • Compartilhar no Google Plus00
  • Compartilhar no Twitter

Veja Também:

Artigos Relacionados

Olá, deixe seu comentário para ACUSAÇÃO DE FRAUDE NA OBRA DO RIO MATHIAS FAZ MPF DENUNCIAR EX-PREFEITO CARLITO MERSS

Enviando Comentário Fechar :/