MINISTÉRIO PÚBLICO INVESTIGA GASTOS DA COMUNICAÇÃO COM TRÊS ÓRGÃOS DE IMPRENSA.

MINISTÉRIO PÚBLICO INVESTIGA GASTOS DA COMUNICAÇÃO COM TRÊS ÓRGÃOS DE IMPRENSA.

O TERCEIRO TURNO EM JOINVILLE. ELEIÇÃO DA MESA DA CÂMARA DE VEREADORES. PROPOSTAS DE CANDIDATOS

MINISTÉRIO PÚBLICO INVESTIGA GASTOS DA COMUNICAÇÃO COM TRÊS ÓRGÃOS DE IMPRENSA

No extrato de instauração da notícia de fato n.01.2020.00023209-3 a 13. Promotoria de Justiça, com data de instalação em 21/09/2020 decidiu apurar eventual destinação irregular de verba pública para somente três órgãos de comunicação na comarca de Joinville. A investigação tem no comando o Membro do Ministério Público Henrique da Rosa Ziesemer.

MINISTÉRIO PÚBLICO INVESTIGA GASTOS DA COMUNICAÇÃO COM TRÊS ÓRGÃOS DE IMPRENSA.

VERBA ASTRONÔMICA

Causou espécie nos meios de comunicação e na opinião pública de Joinville a assinatura de contratos de publicidade oficial da prefeitura com várias agências no valor de R$ 18 milhões de reais, em plena pandemia, onde a maioria dos recursos deveriam ser canalizados para o combate ao Coronavírus.

MINISTÉRIO PÚBLICO INVESTIGA GASTOS DA COMUNICAÇÃO COM TRÊS ÓRGÃOS DE IMPRENSA.

Detalhe: a autorização da absurda verba foi feita no final de mandato do governo Udo, pelo seu secretário de Comunicação, Marco Aurélio Braga, que após o ato, em 31 de julho, deixou o posto para dedicar-se a campanha eleitoral do deputado Fernando Krelling, candidato a prefeito de Joinville.

Óbvio que recebeu o sinal verde para a canetada. De quem foi?

SILÊNCIO NA MÍDIA

Como bem colocou o advogado Marcelo Artilheiro que publicou a informação do Ministério Público na rede social, nos meios de comunicação de Joinville,e outros órgãos de fiscalização social, como a Câmara de Vereadores, reina um cúmplice silêncio, pois é flagrante a omissão dos principais órgãos de comunicação da cidade a respeito dessa e de outras denúncias que atingem a gestão do prefeito Udo, com intervenção do Ministério Púbico.

MINISTÉRIO PÚBLICO INVESTIGA GASTOS DA COMUNICAÇÃO COM TRÊS ÓRGÃOS DE IMPRENSA.

SEGREDO DE POLICHINELO

Aguarda-se efetivamente que explicações sejam fornecidas pela prefeitura sobre quais órgãos de comunicação de Joinville sejam fornecidas ao Ministério Público trazendo a público as três empresas favorecidas pelo poder público municipal no rateio da fabulosa verba de R$ 18 milhões de reais, em tempo de pandemia, desemprego e dor vivida por joinvilenses que perderam entes queridos na batalha contra o Covid.

Tem de investigar mesmo e punir se for o caso.

MINISTÉRIO PÚBLICO INVESTIGA GASTOS DA COMUNICAÇÃO COM TRÊS ÓRGÃOS DE IMPRENSA.

KENNEDY TEME RETALIAÇÕES

Deputado estadual Kennedy Nunes, PSD, revelou que passou a contar com segurança fornecida pela Polícia Militar, por causa de ameaças contra ele sua família que teria como motivação criminosa sua firme atuação em favor dos impeachments contra o governo de Carlos Moisés.

MINISTÉRIO PÚBLICO INVESTIGA GASTOS DA COMUNICAÇÃO COM TRÊS ÓRGÃOS DE IMPRENSA.

Efetivamente o deputado joinvilense tem se caracterizado por forte oposição contra Moisés, desde a posse do outsider, denunciando que o então pretendente tinha apenas quatro folhas como plano de governo.

Deu no que deu.

DARCI QUER DUPLICAR A OTTOKAR

No projeto de governo do deputado Darci de Matos, candidato a prefeito pela Coligação Joinville é Agora, que reúne o PSD, PSDB, PP E PL, está a proposta da tão aguardada duplicação da rua Ottokar Doerfell, uma das principais vias de entrada da cidade.

MINISTÉRIO PÚBLICO INVESTIGA GASTOS DA COMUNICAÇÃO COM TRÊS ÓRGÃOS DE IMPRENSA.

Darci de Matos (PSD), recebeu da diretoria da Câmara de Dirigentes Lojistas (CDL),  a Carta do Comércio, com reivindicações dos empresários. Darci respondeu a todos os 10 itens da carta e destacou dois: a duplicação da rua Ottokar Doerffel e a revitalização da região central.

PARCERIA COM COELHO

Para a duplicação da rua Ottokar Doerffel, o candidato garantiu que ainda este ano, destinará R$ 10 milhões de suas emendas individuais enquanto deputado federal para a obra. "E o Rodrigo Coelho, nosso coordenador de campanha, colocará mais R$ 10 milhões. Eu não vou apenas prometer, vou dizer qual é a obra que farei e de onde virá o dinheiro”, garantiu Darci de Matos.

Para a revitalização do Centro, Darci se comprometeu com os empresários que fará reuniões com eles para juntos definirem a ação. A ideia é tirar o terminal central de ônibus e, por meio de uma Parceria Púbico-Privada (PPP) fazer um novo Mercado Público no local, revitalizando todo o anel central.

NOVA RODOVIÁRIA

Darci também tem planos para a atual Rodoviária. Transformar o local num grande parque de convivência e construir um novo terminal  às margens da BR-101 com recursos da iniciativa privada.

"Dá para fazer muita coisa com as PPPs, sem a prefeitura gastar um tostão. É só bater as portas certas’’, comentou.

MINISTÉRIO PÚBLICO INVESTIGA GASTOS DA COMUNICAÇÃO COM TRÊS ÓRGÃOS DE IMPRENSA.

MASSA FALIDA DA METALÚRGICA SERÁ LEILOADA

É grande a expectativa para o leilão da Massa Falida da Metalúrgica Duque, de Joinville. Há menos de uma semana para o certame, vários interessados já entraram em contato com o leiloeiro público para obter mais informações sobre os bens. O leilão irá ocorrer presencialmente na sede da ACIJ e também de forma online no site danielgarcialeiloes.com.br

O leilão será realizado no dia 8 de outubro, a partir das 14 horas. O parque fabril está avaliado em R$ 67.166.338,89 e as máquinas e equipamentos R$ 17.292.415,06. Ao todo a avaliação soma R$84.458.753,95. O processo é dirigido pela juíza da 6ª Vara Cível da Comarca de Joinville e tem como Administrador Judicial Agenor Daufenbach Júnior.

MINISTÉRIO PÚBLICO INVESTIGA GASTOS DA COMUNICAÇÃO COM TRÊS ÓRGÃOS DE IMPRENSA.

De acordo com o Leiloeiro Público Oficial, Daniel Elias Garcia, responsável pelo leilão, o arrematante poderá pagar à vista e, também, pode optar em parcelar em até 30 vezes.

Os interessados pelo Leilão eletrônico devem efetuar o cadastro no site com antecedência mínima de 24 (vinte e quatro) horas da data marcada para o evento. Para que seja confirmado o cadastro pela internet, será obrigatório no ato do seu preenchimento anexar cópias dos documentos solicitados no site.

 

CORONA JOINVILLE: MAIS 10 ÓBITOS

A semana se encerra com a confirmação de mais 121 casos positivos e total de 21.113 desde o início da pandemia. Os recuperados agora somam 19.506 e 345 perderam a vida. Já foram realizados 86.816 exames, com 62.278 descartados e 3.425 aguardando resultado.

Mais dez pessoas perderam a vida:  cinco homens, de 61, dois de 71, 85 e 89 anos, e cinco mulheres de 63, 66, 68, 75 e 76 anos. Dois óbitos foram retirados da contagem geral, pois eram moradores de outros municípios.

O Painel COVID-19 é atualizado diariamente, às 18h, com o número total de leitos de UTI, incluindo os neonatais e pediátricos. O painel também informa a ocupação de leitos de UTI geral (não Covid-19), dos hospitais públicos e privados.

MINISTÉRIO PÚBLICO INVESTIGA GASTOS DA COMUNICAÇÃO COM TRÊS ÓRGÃOS DE IMPRENSA.

ADRIANO SILVA DEFENDE QUE GOVERNO ASSUMA O SÃO JOSÉ

O candidato a prefeito Adriano Silva, do Partido NOVO, apresentou alguns de seus projetos para Joinville em reunião online com a diretoria e associados da Acomac, nesta semana.

MINISTÉRIO PÚBLICO INVESTIGA GASTOS DA COMUNICAÇÃO COM TRÊS ÓRGÃOS DE IMPRENSA.

Entre os destaques o candidato falou das soluções para a área da saúde, pontuando que o equivalente a 100% da arrecadação do IPTU de Joinville é o valor da folha de pagamento do Hospital São José. “Por ser um hospital referência em sete especialidades, o que é muito bom, a conta deveria ser assumida pelo Governo do Estado. Isso já deveria ter sido resolvido e mudar esse sistema de administração hospitalar será uma das prioridades”, comenta.

EM ORGANIZAÇÃO SOCIAL

Adriano Silva também apresentou a proposta de transformar o Hospital São José em uma Organização Social. Usou o exemplo prático de um hospital público de São Paulo administrado pelo Sírio Libanês, que resultou em eficiência de gestão, velocidade em compras e contratação de novos profissionais em modelo CLT, com políticas de remuneração equiparadas com o mercado. “O mais importante é que o servidor de carreira segue em seu modelo de contratação, exatamente igual, e não tem perdas”, explica.

MINISTÉRIO PÚBLICO INVESTIGA GASTOS DA COMUNICAÇÃO COM TRÊS ÓRGÃOS DE IMPRENSA.

MODELO DE JARAGUÁ

Na prioridade dos seis primeiros meses de governo, Adriano Silva citou dois projetos que ele fará questão de liderar pessoalmente: a desburocratização de processos e o embelezamento da cidade. “Vamos formar o mutirão da desburocratização reunindo Ministério Público, entidades de classe, secretarias de governo e a câmara de vereadores na mesma mesa e solucionar os problemas”, revela Adriano Silva. “Não estou inventando nada. Esse modelo já deu certo em Jaraguá do Sul e vamos replicar em Joinville. Precisamos facilitar a vida do cidadão”, acrescenta.

COLUNA EM ABERTO

O espaço deste blog está aberto ao recebimento de resumos de propostas de candidatos a prefeito de Joinville e região. O Debate está aberto democraticamente. Enviar pelo whatts 997289822.

KRELLING ABRE MÃO DE SALÁRIOS

O deputado estadual Fernando Krelling, MDB, anunciou que irá se afastar dos trabalhos na Assembleia Legislativa a partir da próxima semana para concorrer às eleições para prefeito de Joinville. O parlamentar deve tirar licença a partir de terça-feira (6), abrindo mão de salário e benefícios.

"Acredito que fizemos muitas coisas boas para Joinville nesses quase dois anos. Fui o deputado que mais falou sobre a nossa cidade e mais recursos trouxe para os joinvilenses. Agora tenho o sonho de fazer muito mais, como prefeito”, afirmou.

MINISTÉRIO PÚBLICO INVESTIGA GASTOS DA COMUNICAÇÃO COM TRÊS ÓRGÃOS DE IMPRENSA.

DIRCE, A SUPLENTE

Para o lugar de Fernando, assume a suplente Dirce Heiderscheidt, que se comprometeu a continuar se dedicando a região Norte Catarinense, em especial à cidade de Joinville. "É uma responsabilidade muito grande dar continuidade ao belo trabalho que o Fernando vem fazendo pela região e por Joinville. Podem ter certeza, vou seguir firme no propósito de que a cidade se desenvolva cada vez mais”, disse a parlamentar.

MUDANÇA DE COR

Seria algum desapego da história da sigla MDB, a mudança das tradicionais cores do partido de vermelho, branco e preto, que está sendo utilizado pelo candidato Fernando Krelling.

Convenhamos que o logotipo na cor esverdeada, salvo melhor juízo, colide com a história do MDB.

VIRANDO NO CAIXÃO

Com tanta coisa que tem acontecido com o seu velho MDB, o admirável e saudoso Luiz Henrique da Silveira, a maior legenda da sigla em Santa Catarina, deve estar dando voltas no túmulo.

MINISTÉRIO PÚBLICO INVESTIGA GASTOS DA COMUNICAÇÃO COM TRÊS ÓRGÃOS DE IMPRENSA.

COISAS DA POLITICA

Encerrada a eleição para a Câmara de Vereadores de Joinville, somados os votos e declarados os eleitos, começa outra disputa que é a da mesa diretora e principalmente da presidência da casa.

Lembro de uma campanha no início dos anos 80, um candidato a vereador, que ainda anda por aí, chegou na Câmara e perguntou em qual das cadeiras sentava o presidente. Apontaram aquela no centro, a de espaldar alto. Não teve dúvidas. Pediu licença e aboletou-se na tal cadeira, avisando: "Após eleito vou sentar aqui.’’

Nem uma coisa, nem outra. Não sentou na cadeira e tampouco foi eleito.

TRAIÇÃO NOS BASTIDORES

A história da disputa pela presidência da Câmara de Vereadores de Joinville, que acompanho desde quando a prefeitura de Joinville ficava na antiga rua Padre Carlos, governada por Nilson Bender, onde anexado funcionava o poder legislativo com destaques como Ulisses Tavares Lopes, Curt Alvino Monich e Maninho Lobo, só para lembrar alguns do fim da década de 60, quando iniciei no jornalismo, tem histórias que dariam um enredo de filme policial.

À socapa cargos e vantagens financeiras eram negociadas à exaustão madrugada a dentro que antecedia à eleição da mesa diretora.

Conta a lenda que desde dinheiro vivo, cheques pré-datados assinados momentos antes da eleição, e cargos na diretoria da casa serviram de moeda de troca.

Até a mulher que servia cafezinho, ou o serviço de zeladoria da Casa entrava na negociação. Existem inimizades até hoje por causa dessa acirrada disputa.

É o chamado terceiro turno da eleição de Joinville.

PENSANDO ALTO

O nível das propostas dos candidatos a prefeito de Joinville, com atenção à saúde, infraestrutura, mobilidade, mais creches, agilizar licenças ambientais, investir em parcerias público privadas, enfim reconstruir uma Joinville arrasada, indica o grande desafio de quem assumir a prefeitura a partir de janeiro de 2021.

 

 

 

 

  • Compartilhe esse post
  • Compartilhar no Facebook00
  • Compartilhar no Google Plus00
  • Compartilhar no Twitter

Veja Também:

Artigos Relacionados

Olá, deixe seu comentário para MINISTÉRIO PÚBLICO INVESTIGA GASTOS DA COMUNICAÇÃO COM TRÊS ÓRGÃOS DE IMPRENSA.

Enviando Comentário Fechar :/