Nepotismo trocado em Joinville no 'toma lá dá cá'' para fugir da lei

Nepotismo trocado  em Joinville  no 'toma lá dá cá'' para fugir da lei

Joinvilenses se revoltam contra troca de cargos por votos na Câmara de Vereadores, Vem mais mau-cheiro por aí....

O sistema de trocar votos por cargos na prefeitura de Joinville é uma prática antiga na administração pública local. Entretanto com a transparência forçada pela rede social e da mídia tais práticas começaram a receber forte repúdio da população. Na última segunda feira um grupo de furiosos joinvilenses foi para a frente da Câmara de Vereadores protestar contra o toma lá dá cá exercitado largamente entre Prefeitura e Câmara.

Raras exceções, a maioria tem indicados na prefeitura e em troca votam silenciosamente em matérias contra o interesse da população como foi o caso escancarado da nova tarifa da iluminação pública, a malfadada Cosip que ardeu no bolso do contribuinte nos últimos dias.

Pior, teve vereador que disse ter sido enganado pela prefeitura e que não sabia o que realmente estava votando.

Para fugir da lei tem politico de Joinville e não é apenas na Câmara de Vereadores que pratica o chamado nepotismo trocado ou seja, põe em seu gabinete um parente de outro politico e aquele contrata um indicado seu.É uma grande sacanagem com o dinheiro público.  É o troca-troca imoral para fugir da lei. 

O vereador Pelé do PR, Foi o grande personagem negativo da semana. Do mesmo partido de Mauricio Peixer, que andou comandando uma espécie de revolta no Legislativo chegando a trancar a pauta das votações. Poisé, Pelé vendeu seu voto para a prefeitura e em troca arrumou emprego para um genro com ato publicado no diário do municipio.

 

Nepotismo trocado  em Joinville  no

Udo vê com preocupação ruir a sua base na Cãmara de Vereadores, enquanto desaba a intenção de Pelé (ao lado) em nomear seu genro em cargo público

Quando vazou a negociata foi o maior escândalo mas Pelé voltou atrás e detonou outros colegas que tinham feito o mesmo também colocando parentes na prefeitura. Atrapalhado, Pelé tentou colocar o genro e deu com os burros nágua. Enquanto isso seus colegas da base de apoio a prefeitura possuem vários indicados.

A negociata de cargos não se restringe apenas a prefeitura. Ela existe também no âmbito interno da Câmara com nomeações nos diversos gabinetes.

Gostaria de saber quem é por parte da prefeitura o grande negociador dos apoios em troca de votos. O grande problema é a contratação com foco politico de notórios incompetentes aparentados de quem indica, resultando na natural ineficiência administrativa.

Agora com a população mais vigilante e com a chegada de nova eleição logo ali em 2020, vereadores devem ficar mais espetos e produzirem mais pela comunidade.

E vem aí o decreto de Udo sobre a cobrança da nova taxa de esgoto, passando de 80 para 100 por cento.

Aí o mau-cheiro chega de vez na Câmara de Joinville.

 

 

 

 

  • Compartilhe esse post
  • Compartilhar no Facebook00
  • Compartilhar no Google Plus00
  • Compartilhar no Twitter

Veja Também:

Artigos Relacionados

Olá, deixe seu comentário para Nepotismo trocado em Joinville no 'toma lá dá cá'' para fugir da lei

Já temos 1 comentário(s). DEIXE O SEU :)
Joao roberto Jose

Joao roberto Jose

Nos náo temos um prefeito , temos um Poste, e muita gente mamando, e desvios absurdos nesta adm, adm nojenta , sem projetos e vereancia vagabunda, nao servem.pra nada ,so pra receberem os soldos nos fim de mes.muitas tranqueiras
★★★★★DIA 17.03.19 10h29RESPONDER
N/A
Enviando Comentário Fechar :/
Enviando Comentário Fechar :/