O Efeito Luciano Hang na Câmara de Vereadores de Joinville

O Efeito Luciano Hang na Câmara de Vereadores de Joinville

Espera-se a partir de agora maior celeridade no processo de licenciamentos para construir no municipio

O Efeito Luciano Hang na Câmara de Vereadores de Joinville

Fotos: Mauro Schlieck/CVJ

O caso de Luciano Hang e a sua catilinária em Joinville pleiteando maior agilidade nos processos de licenciamento ambiental e licenças de forma geral, pode trazer efeitos positivos na sonolenta gestão que insiste em posições retrógadas quando o assunto se trata de permitir novos investimentos que vão gerar emprego e renda.

Encontro de Luciano Hang com os vereadores, alguns também culpados pelo retrocesso no setor, e mais de uma centena de empreendedores, pequenos, médios, micros e até megaempresário como é o caso do dono da Havan, produziu algumas frases interessantes que anotei:

''Dinheiro para investir existe. Existe uma expectativa da Prefeitura arrecadar 125 milhões só de impostos. Basta destravar os processos de licenciamento, pois precisamos de celeridade, regras claras. A construção civil quer investir em Joinville R$ 2,2 BI, mas a burocracia trava tudo.''

VILSON BUSS, Presidente do Sinduscon/Joinville.

 ''Joinville tem a melhor legislação ambiental do Estado.''

RUDIMAR, da Sama, Secretaria do Meio Ambiente de Joinville, que foi vaiado.

 ''Tem gente se aproveitando do tema para tomar medidas eleitoreiras e medíocres.''

DANILO CONTI, Secretário de Urbanismo da Prefeitura de Joinville, outro que foi vaiado.

 ''Temos o Projeto Vale Verde, ambientalmente sustentável, lutando há anos para torná-lo realidade, e não sou recebido na Prefeitura. Este projeto prevê investimento de R$ 2 bilhões.''

ALODIR ALVES DE CRISTO, empresário, professor e ex-vereador em Joinville.

 “A burocracia é a mãe da corrupção.''

''Querem vender dificuldades para colher facilidades.''

''A prefeitura de Joinville é uma bagunça que só atrapalha quem quer empreender.''

''Quero construir três novas megalojas em Joinville, na Rua Santa Catarina, no Aventureiro e no Costa e Silva'', gerando mais de 500 empregos.”

''Quem está desempregado tem pressa''.

''O sistema de fiscalização do meio ambiente é um câncer no Brasil.''

''Empreender em Joinville é uma corrida de obstáculo.''

''Aqui o empresário é considerado inimigo do poder público e comparado a bandido.''

LUCIANO HANG, empresário e dono do Grupo Havan.

Vários depoimentos foram ainda ouvidos, a grande maioria criticando a dificuldade para obter licenças. Pena que as oitivas foram prejudicadas pelo pouco tempo que os empresários tiveram para falar, em torno de 60 segundos.

Depois do encontro Luciano teve encontro com os vereadores que se posicionam como independentes em relação à Prefeitura.

Anote que Luciano Hang mostrou ter muita liderança, admiradores e foi aplaudidíssimo enquanto esteve em plenário e depois com a tietagem de fãs que queriam bater foto com o empresário.

  • Compartilhe esse post
  • Compartilhar no Facebook00
  • Compartilhar no Google Plus00
  • Compartilhar no Twitter

Veja Também:

Artigos Relacionados

Olá, deixe seu comentário para O Efeito Luciano Hang na Câmara de Vereadores de Joinville

Enviando Comentário Fechar :/