Minhas Compras
Você adicionou a sua lista de compras. O que deseja fazer agora?
Continuar Comprando! Fechar Compra!
X

Fale Conosco:

Aguarde, enviando contato!

PREFEITO ADRIANO ESTUDA REPASSAR HOSPITAL SÃO JOSÉ PARA UMA ONG

PREFEITO ADRIANO ESTUDA REPASSAR HOSPITAL SÃO JOSÉ PARA UMA ONG

Está sendo finalizado o edital para a contratação da empresa que vai criar a estrutura da organização social

PREFEITO ADRIANO ESTUDA REPASSAR HOSPITAL SÃO JOSÉ PARA UMA ONG
De acordo com o prefeito Adriano Silva, desde 2008 que a tabela SUS não é reajustada, justificando que faltam recursos na prefeitura para a gestão da saúde no município, o que trás uma séria defasagem nas contas, revelou em recente entrevista.
A gente trabalha com uma tabela congelada. Então nós usamos 40 por cento da Fonte 100 para custear a saúde, restando poucos recursos para investir em outros setores, afirmou Adriano.

PREFEITO ADRIANO ESTUDA REPASSAR HOSPITAL SÃO JOSÉ PARA UMA ONG

Adriano Silva procurando uma saída para o Hospital São José


"A gente não tem mais dinheiro para investir. O governo federal deve começa pagar uma tabela SUS decente, senão a coisa fica difícil."
"Se a tabela SUS tivesse sido reajustada, desde 2008 até agora, só o Hospital São José teria recebido R$ 600 milhões a mais, e essa diferença a menos prejudica demais o município’’ contabiliza o prefeito.
"Nós temos de achar outras formas de buscar a eficiência e uma organização social é mais eficiente. Ela consegue ser mais rápida, por exemplo na compra de materiais, de equipamentos, ela consegue melhorar a agilidade porque um equipamento estraga é reposto imediatamente no dia seguinte porque no público tem de fazer licitação.

PREFEITO ADRIANO ESTUDA REPASSAR HOSPITAL SÃO JOSÉ PARA UMA ONG
Até o ambiente do trabalho para os servidores que vão ficar vai ser melhor, imagina.
Nós estamos nesse momento finalizando o edital para a contratação da empresa que vai criar a estrutura da organização social para em seguida entrar com a contratação da organização social, garante Adriano.

PREFEITO ADRIANO ESTUDA REPASSAR HOSPITAL SÃO JOSÉ PARA UMA ONG

SÃO JOSÉ: UM POUCO DE HISTÓRIA
A história do Hospital São José se confunde com os primórdios da fundação de Joinville, dos tempos da Colônia Dona Francisca.
Oficialmente o hospital completou 116 anos, mas suas atividades iniciaram bem antes, lá bem longe durante a implantação do primeiro povoado.

PREFEITO ADRIANO ESTUDA REPASSAR HOSPITAL SÃO JOSÉ PARA UMA ONG

SERVIÇO MÉDICO
De acordo com reportagem publicada pelo jornalista Roberto Szabunia, no Noticias do Dia, edição de 04/06/2011, com o apoio nos escritos da professora Sandra de Camargo Guedes que narra, na página 6 do seu livro “Instituição e Sociedade: a Trajetória do Hospital Municipal São José de Joinville – 1852-1971”: “Uma pequena casa de madeira foi construída em 1851 para ser o primeiro hospital, mas a falta de construções para moradia fez com que ela se transformasse na residência do primeiro médico que chegou à colônia, Wilhelm Moeller, deixando em segundo plano o cumprimento do contrato”.
Uma das exigências do governo brasileiro para os projetos de colonização era a obrigatoriedade de serviço médico.
No mesmo ano em que se estabeleceram, os colonos ergueram um galpão de madeira para ser o hospital.

PREFEITO ADRIANO ESTUDA REPASSAR HOSPITAL SÃO JOSÉ PARA UMA ONG

ESCAPOU DO BORRACHUDO
No mesmo ano em que se estabeleceram, os colonos ergueram um galpão de madeira para ser o hospital. Foi enviado à colônia o médico norueguês Wilhelm Moeller. O excesso de picadas de borrachudos, além das precárias condições de trabalho, levou o doutor Moeller a abandonar o trabalho no mesmo ano, revela a professora.
"As décadas passaram e somente em 18 de outubro de 1903, enfim, foi colocada a pedra fundamental do novo prédio, a ser erguido num terreno doado pelo padre Carlos Boegershausen. O novo prédio do Hospital de Caridade foi inaugurado em 4 de junho de 1906, feito que completa 105 anos. Ampliações e reformas se sucederam ao longo dos anos, sempre com apoio da comunidade. O padre Carlos ainda doou mais um terreno nos fundos, antes de morrer, em 1906.’’

PREFEITO ADRIANO ESTUDA REPASSAR HOSPITAL SÃO JOSÉ PARA UMA ONG

COSTA E SILVA PRESENTE
Em 1947, com a profissionalização dos serviços e a mudança de caráter, o hospital deixou de ser “de caridade” e o nome mudou para Hospital São José.
Em 1969, com presença do então presidente Costa e Silva, foi inaugurada mais uma ala na parte da frente, dando ao hospital o aspecto que tinha até pouco tempo atrás, antes da construção do Complexo Ulysses Guimarães.
Ele também foi chamado Novo Hospital São José e em 1950, enfim, foi dado o nome atual de Hospital Municipal São José, revelam Szabua e a professora Sandra de Camargo Guedes.

PREFEITO ADRIANO ESTUDA REPASSAR HOSPITAL SÃO JOSÉ PARA UMA ONG

AGORA VEM A ONG
Não é de hoje que se comenta sobre passar o Hospital São José para uma ONG tocar, mas a iniciativa sempre teve a resistência de setores da classe médica de Joinville.
Com a proposta do Hospital Infantil Jeser Amarante, que deu certo, os olhos do prefeito Adriano agora se voltam para buscar uma solução para o Hospital que é do município de Joinville.
O tema chegou a ser levantado durante a campanha eleitoral recente.
Hoje a responsabilidade da manutenção do hospital é da prefeitura de Joinville, que alega gastar 40 por cento do seu orçamento com a saúde dos joinvilenses. A intenção de Adriano é tirar esse peso das costas da prefeitura.

PREFEITO ADRIANO ESTUDA REPASSAR HOSPITAL SÃO JOSÉ PARA UMA ONG
Daí a contratação de uma empresa para fazer os ajustes para fazer a licitação de uma Organização social administrar o hospital.
O que espera é que não ocorra o problema de repasses de recursos para a futura organização que vai dirigir o São José, a exemplo do que chegou a acontecer com o Hospital Infantil que ficou até meses aguardando as verbas que viriam do Governo do Estado, prejudicando o atendimento da população infantil.
Pelo jeito, a respeito do polêmico assunto, ainda vamos viver em breve intensas emoções.

PREFEITO ADRIANO ESTUDA REPASSAR HOSPITAL SÃO JOSÉ PARA UMA ONG

EMBAIXADOR DO IRAN EM SFS
São Francisco do Sul recebeu ontem o embaixador da República Islâmica do Irã, Hossein Gharibi.
O intuito da visita foi conhecer pessoalmente a SCPar Porto de São Francisco do Sul, já que o maior volume de fertilizantes importados pelo Porto é do Irã, enquanto a maioria dos países importam da Rússia.

PREFEITO ADRIANO ESTUDA REPASSAR HOSPITAL SÃO JOSÉ PARA UMA ONG
O importador da carga do navio MV Captain Karam, da empresa Golden Imex, Seyed Amim Amerian, também participou da visita.
O prefeito Godofredo Gomes Moreira Filho ressaltou sobre a importância da visita para a cidade. “Esse intercâmbio entre Brasil e Irã é, sem dúvida, essencial para o nosso município. É um momento que reflete a importância portuária de São Francisco do Sul, nas esferas nacional e internacional.”

FERTILIZANTES DO IRAN
Durante a coletiva de imprensa realizada, o embaixador pontuou a relação econômica que existe entre o Brasil e Irã, especialmente com São Francisco do Sul, que dadas as circunstâncias geopolíticas do momento presente e a necessidade que o Brasil teve de acesso a novos mercados de fertilizantes, o Irã buscou prover essa demanda.
Na ocasião, o embaixador ainda anunciou a possibilidade de trazer mais de um milhão de toneladas de fertilizantes, por meio do Porto.

PREFEITO ADRIANO ESTUDA REPASSAR HOSPITAL SÃO JOSÉ PARA UMA ONG

MOVIMENTAÇÃO BILIONÁRIA
A visita também contou com o operador portuário da Oceânica Carlos Alberto de Oliveira Júnior.
Como o preço médio da tonelada de fertilizantes está em torno de 600 dólares, a importação do adubo neste primeiro trimestre em São Francisco movimentou cerca de 380 milhões de dólares (em torno de R$ 1,8 bilhão).

JEANINE PARA A ALESC

PREFEITO ADRIANO ESTUDA REPASSAR HOSPITAL SÃO JOSÉ PARA UMA ONG
A professora Jeanine Cristina do Nascimento, filiada ao PP de Joinville, estuda convite para concorrer a uma vaga na Assembléia Legislativa.
Jeanine é servidora na Fundação Catarinense de Educação Inclusiva, professora efetiva de Braille e participante de várias entidades de inclusão social, voluntária de projetos sociais na Ajidevi é um nome bem interessante para representar Joinville na Alesc.
Cursou várias faculdades, na ACE, Psicologia na Unisociesc e Univali.
Jeanini é filha do meu querido amigo Joel Nascimento, o Maceió, festejado cronista esportivo do Jornal A Noticia.

JOÃO RODRIGUES RECEPCIONA BOLSONARO
Em rápida passagem por Chapecó, neste sábado, o presidente Jair Bolsonaro foi recebido pelo prefeito João Rodrigues.
De helicóptero o presidente deslocou-se até Santa Rosa de Lima para participar da Fenasoja.

PREFEITO ADRIANO ESTUDA REPASSAR HOSPITAL SÃO JOSÉ PARA UMA ONG

PERGUNTAR NÃO OFENDE
Vem aí na Assembléia Legislativa a tão aguardada CPI do Avião de Carlos Moisés com a farra dos vôos com amigos, dentre esses empresários financiadores de campanha e parentes?

PREFEITO ADRIANO ESTUDA REPASSAR HOSPITAL SÃO JOSÉ PARA UMA ONG

PENSANDO ALTO
A pergunta que não quer calar: o que o Governo do Estado não quer que a população pagadora dos impostos saiba sobre o diário de bordo do vôo de Carlos Moisés até a cidade turística de Bonito, no Mato Grosso, com aeronave que serve de ambulância para conduzir doentes até hospitais em situação de emergência.
Quem eram os passageiros e qual o motivo da viagem querem saber os catarinenses.
O Comando do Corpo de Bombeiros de Santa Catarina, mesmo com mandado de segurança que autoriza a entrega do diário de bordo, se recusa a fazê-lo.

PREFEITO ADRIANO ESTUDA REPASSAR HOSPITAL SÃO JOSÉ PARA UMA ONG

  • Compartilhe esse post
  • Compartilhar no Facebook00
  • Compartilhar no Google Plus00
  • Compartilhar no Twitter

Veja Também:

Artigos Relacionados

Olá, deixe seu comentário para PREFEITO ADRIANO ESTUDA REPASSAR HOSPITAL SÃO JOSÉ PARA UMA ONG

Já temos 1 comentário(s). DEIXE O SEU :)
Claudio Luetke

Claudio Luetke

O HOSPITAL SAO JOSÉ É UM HOPISTAL DE PORTAS ABERTAS. DE ALTA COMPLEXIDADE QUE FAZ TRANSPLANTE, É REFERENCIA EM AVC, EM TRAUMA. CIRURGIAS DE GRANDE PORTE. NENHUMA OS TRM CONDIÇÕES DE TOCAR ISSO. SE VIER UMA OS, TENHA CERTEZA QUE A POPULAÇÃO IRA SOFRER E MUITO. TENHO PENA DOS JOINVILENSES. A PREFEITURA SEMPRE BATE NA TECLA DE CUSTEIO DA FOLHA DE PAGAMENTO. ORA MEUS CAROS ISSO NINGUÉM IRA FAZER, TAMBEM ACHO ILÓGICO PEDIR AJUDA PARA CUSTEAR A FOLHA. É MUITO MAIS SIMPLES A PREFEITURA FAZER UM PEDIDO DE REPASSE PARA COMPRA DE MATERIAIS, MEDICAMENTOS. OU ATE MESMO UMA CAMPANHA PARA O EMPRESARIADO JOINVILLE AJUDAR COM DOACOES COMO ERA FEITO A MUITOS ANOS ATRÁS. É MUITO MAIS SIMPLES, E TODOS SABEMOS QUE ESSAS DOAÇÕES SERIAM DE INTERESSE DO EMPRESARIADO POIS PODE SER ABATIDA DO IMPOSTO DE RENDA. ENTAO É MUITO MAIS FACIL A PREFEITURA FAZER UMA CAMPANHA CHAMANDO O EMPRESARIADO PARA AJUDAR E CONTINUAR MANTENDO O ZEQUINHA UM PATRIMÔNIO DE JOINVILLE DO QUE TENTAR TRANSFORMAR O MESMO EM UMA Organização Social QUE NAO FUNCIONA E QUE SEMPRE POSSUI INTERESSES E POLÍTICOS POR TRÁS, INCLUSIVE FACILITANDO MUITO O DESVIO DE DINHEIRO, JA QUE COMO O PRÓPRIO PREFEITO DIZ FACILITA A COMPRA DE ITENS PARA O HOSPITAL, LOGICO SEM PROCESSO LICITATÓRIO, E SEM FISCALIZAÇÃO QUE FACILITA E MUITO OS DESVIOS.
ENTAO PREFEITURA SEJA HONESTA COM O POVO JOINVILLE E RECRIE AS CAMPANHAS JUNTO AOS EMPRESARIOS PARA AJUDAR O HOSPITAL, MEUS CARROS DUVIDO QUE ELES NAO VAO QUERER ABATER ESSAS AJUDAR DAS SUAS DECLARAÇÕES DE IMPOSTO DE RENDA..
★★★★★DIA 08.05.22 21h39RESPONDER
N/A
Enviando Comentário Fechar :/
Enviando Comentário Fechar :/