Grupo dissidente do PSL de Joinville quer novo rumo para o partido

Grupo dissidente do PSL de Joinville quer novo rumo para o partido

Dissidentes querem debater as eleições de 2020

Uma dissidência do PSL de Joinville tem reunião marcada para o dia 25 de maio para discutir o futuro da sigla em Joinville.

No entendimento de um dos porta-vozes do grupo, o pastor Valnei Esmeraldino, a atual direção da sigla não dialoga, não faz reunião e ninguém sabe o que ela está fazendo.

Esmeraldino, que é tio do presidente estadual do partido em Santa Catarina, Lucas Esmeraldino, está atento ao processo eleitoral e defende regras claras e transparentes sobre a temática das eleições em 2020.

Na outra ponta do processo está o deputado federal Coronel Armando, presidente do PSL local que tem se aproximado do prefeito Udo Dohler, do MDB, alegando questões administrativas.

Há quem acredite que o PSL está sendo levado para uma futura composição com o MDB, mas ninguém confirma. De real mesmo só a notória aproximação de Udo com Armando.

 

  • Compartilhe esse post
  • Compartilhar no Facebook00
  • Compartilhar no Google Plus00
  • Compartilhar no Twitter

Veja Também:

Artigos Relacionados

Olá, deixe seu comentário para Grupo dissidente do PSL de Joinville quer novo rumo para o partido

Enviando Comentário Fechar :/